Você recebe seu salário em Real, mas paga o preço da gasolina com base no Dólar 💸. É justo isso?

📢 Para impedir aumentos abusivos dos preços do combustíveis e do gás de cozinha, é preciso cortar o mal pela raiz: acabar com o Preço de Paridade Internacional (PPI).

Essa política de reajustes (iniciada no governo Temer e seguida por Bolsonaro) nada tem a ver com a realidade brasileira. O PPI⤵

➡ Se baseia nos preços internacionais do petróleo, que sempre sofrem alterações (por conflitos entre países produtores, mudanças climáticas etc.)

➡ E varia conforme o dólar, o que é péssimo para o Brasil, com a desvalorização do Real (R$)

Esse problema começa lá fora. Por isso, mudar a cobrança de impostos (como diz o Governo Federal) não reduzirá os preços dos combustíveis e do gás de cozinha, e só prejudicará outras áreas sensíveis, que dependem do orçamento público (como a Saúde, por exemplo).

👍 Acabar com o PPI e adotar uma política de preços baseada nas condições de vida da população é a única forma de respeitar o bolso dos brasileiros e as demandas sociais.

Ou seja, devolver o controle de preços à Petrobras é o melhor para Minas Gerais e para o Brasil inteiro!

#PetrobrasFicaEmMinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *