Os fracassos dos governos Temer e Bolsonaro estão levando o Brasil para uma crise cada vez mais profunda. Os indicadores econômicos de 2019 comprovam isso:

– O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu apenas 1,3% em 2017 e 2018 e piorou em 2019: ínfimos 1,1%.

– Em 2019, a participação da indústria no PIB brasileiro recuou para 11%, percentual equivalente ao de 1947.

– Recorde histórico de saída de capital estrangeiro da Bolsa de Valores de São Paulo (BVSP): saldo negativo de R$ 44,5 bilhões.

– A menor taxa de investimento desde 1967 (taxa que mede a quantidade de investimento dos empresários em capital fixo como máquinas e imóveis).

A pandemia do novo Coronavírus em 2020 apenas aumentou o problema, mas a ineficiência de ambos governantes já vinha fazendo o país se arrastar, com níveis absurdos de desemprego, fraquíssimo desempenho econômico e recorde de pessoas trabalhando em situação precarizada: ao final de 2019, mais de 47 milhões sem direito a férias, 13º ou FGTS.

Para piorar, em outubro de 2020 revelou-se que o governo brasileiro não tinha absolutamente nenhum plano para retomar o crescimento econômico durante ou após a pandemia.

E mesmo assim eles continuaram insistindo em políticas para enfraquecer a maior e mais importante empresa brasileira, a Petrobras.

Neste artigo, vamos explicar como as refinarias da estatal podem elevar o Produto Interno Bruto (PIB) nacional, diminuir a inflação e ajudar a tirar o país do sufoco.

Acompanhe!

 

Refinarias têm efeito positivo sobre o PIB

Os governos Temer e Bolsonaro focar a Petrobras na extração e na venda de petróleo cru.

Um estudo envolvendo pesquisadores da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e da Universidade Federal Rio de Janeiro (UFRJ) concluiu que a operação das 13 refinarias da Petrobras a plena carga resultaria em um efeito positivo sobre o PIB nacional, superior a R$ 3,6 bilhões!

Além disso, diminuiria a inflação em diversos setores essenciais ao país (redução de 2,04% nos transportes, 0,54% em alimentos e bebidas, 0,62% na agropecuária, dentre outros).

E estes são apenas alguns exemplos!

É importante lembrar que a maioria dos produtos transportados no Brasil viaja pelas rodovias. Ou seja: o combustível impacta diretamente no custo de vida dos brasileiros.

 

Refinarias da Petrobras atuam em benefício do Brasil

Todos os dias, o Brasil produz cerca de 3 milhões de barris de petróleo – seria o suficiente para suprir o mercado interno. As refinarias brasileiras têm capacidade para processar 2,4 milhões de petróleo por dia.

Só a Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim (Minas Gerais), processa 166 mil barris de petróleo diariamente – sendo, inclusive, a maior recolhedora de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do estado e da cidade.

Trabalhando em plena capacidade, a Regap e as demais refinarias da Petrobras podem reduzir bastante a necessidade de importação de combustíveis.

Se o Governo priorizasse a população brasileira, permitiria que a Petrobras cumprisse seu papel estatal e usasse o petróleo em benefício do nosso país.

 

#PetrobrasFicaEmMinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *