🚨 As tragédias ocorridas nas cidades mineiras de Mariana (2015) e Brumadinho (2019) foram as piores da mineração brasileira, e o segundo maior desastre industrial do século. 😭

🤯 Esses crimes só ocorreram porque a lógica de uma empresa privada (ou privatizada, como foi a Vale) é reduzir custos para aumentar o lucro dos donos.

Infelizmente, Minas Gerais ainda não está livre desse tipo de tragédia, já que a Refinaria Gabriel Passos (REGAP) foi colocada à venda. 😰

⚠ Se ela for privatizada, a lógica do “➖ custos ➕ lucro” pode acarretar sérios riscos para as cidades de Betim, Ibirité, Mário Campos, Sarzedo e São Joaquim de Bicas.

Veja os mais graves⤵

➡ Vazamento de gás combustível e sulfeto de hidrogênio (H²S), que levantaria uma nuvem tóxica possivelmente fatal, com alcance de até 2 quilômetros do local

➡ Explosão de um tanque de gás liquefeito de petróleo (GLP), o conhecido gás de cozinha, com alcance de até 1,5 quilômetro

➡ Rompimento de barragem da Lagoa da Petrobras (mantida para abastecimento da REGAP), podendo atingir mais de 500 residências em cada uma das cidades por onde a represa passasse

⛔ A privatização da REGAP ameaça Minas Gerais e nosso povo.

Ela precisa permanecer estatal para continuar gerando bem-estar social e segurança para nossas comunidades!

✊ Lute conosco contra a criação de uma “nova Vale”: #PetrobrasFicaEmMinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *